sábado, 7 de julho de 2007

Lesões Musculares






LESÃO MUSCULAR



Torcicolo, dor nas costas, câimbra, estiramento, distensão. Qualquer pessoa pode sofrer uma lesão muscular. Não é necessário estar correndo, praticando esportes ou fazendo exercícios pesados. Pegar uma caixa pesada ou até mesmo varrer o quintal podem provocar uma lesão.


O corpo humano tem mais de 200 músculos, cada um formado por milhares de fibras longas e finas, que se contraem e relaxam para gerar movimentos. As lesões musculares são alterações na estrutura do músculo, e podem ter inúmeras causas. Entre as principais estão o treinamento físico inadequado, traumas , uma contração acentuada do músculo, o frio, erros posturais e até mesmo a desidratação e alimentação inadequada. Costumam provocar inflamação, aumento da temperatura local, inchaço, dor e dificuldades de movimentos.





Há 2 tipos de lesões musculares: as causadas por trauma direto e as decorrentes de um trauma indireto. Toda vez que um músculo é submetido a um trauma sofre uma alteração temos o trauma direto. Já a lesão indireta, ou rutura muscular, acontece quando há estiramento (ou alongamento) das fibras musculares além das sua capacidade normal.




O trauma direto é quando um músculo é atingido por um agente externo, como um pontapé, uma joelhada, etc. O torcicolo geralmente é provocado por uma contratura muscular na região do pescoço, que pode ter diversas origens como um mal jeito, sensibilidade ao frio ou problemas posturais. O tratamento de uma forma geral, combina com o uso de medicamentos como relaxante muscular, anti inflamatórios, analgésicos e além da fisioterapia.



Outro problema que pode ter inúmeras causas é a lombalgia, mais conhecida como dor nas costas. Entre as causas está o esforço em flexão, que é quando uma pessoa se inclina muito o tronco para frente. Ela pode ocorrer também quando a pessoa, mesmo estando bem posicionada, faz um esforço muito grande, não usual, como, por exemplo, empurrar móveis, carregar peso excessivo ou trocar um pneu.. Dormir em colchões inadequados, adotar má postura ao trabalhar ou excesso de gordura abdominal, que altera o centro de gravidade do corpo, exercendo uma sobrecarga constante sobre a musculatura lombar, também favorecem ao surgimento de lesões.



Mas a dor lombar pode ter outra origem. Ela pode ser provocada por problemas nos discos intervertebrais como compressão, o deslocamento - ou protusão - ou rachadura, a chamada hérnia de disco. Ou por desvios posturais, como a escoliose,ou a lordose e etc.


A rutura muscular, popularmente conhecida como distensão muscular, é uma lesão indireta com 3 níveis de gravidade.



  1. Nível leve ou de 1* grau = há rompimento de um número reduzido de fibras, causando dor imediata porém pequena e costuma desaparecer em 15 dias;


  2. Nível moderado ou de 2* grau = a quantidade de fibras rompidas é maior. Na hora que a rutura acontece a pessoa tem a sensação de que alguma coisa está rompendo ou que foi atingida por uma pedrada o tratamento costuma demorar de 30 a 60 dias;


  3. Nível grave ou 3* grau = o músculo sofre a rutura total, há um grade derrame de sangue. Geralmente a solução é cirúrgica.




Como Tratar


O procedimento padrão adotado para o tratamento das lesões musculares é a aplicação imediata de gelo, por trinta minutos, no local afetado e se repetindo a cada 3 horas nas primeiras 24h.


Assim que a dor e o inchaço diminuem, deve-se movimentar a área machucada. Isto é importante para evitar a perda de força muscular e até mesmo uma atrofia muscular, que podem ocorrer após um período de imobilização. Dependendo do caso, o médico deve indicar o tratamento fisioterápico para acelerar a recuperação.


Na maioria dos casos, o prazo médio de restauração completa de uma lesão muscular pode variar entre 15 e 60 dias.



INFORME-SE













4 comentários:

Amaro disse...

Olá, adorei as explicações...!!!
Eu tenho um problema em que os médicos já me garantiram que não tem nada a haver com a coluna, mas também não me sabem dizer ao certo o que é. Os sintomas são fortes dores lombares com contacções(espasmos) e quando isso acontece, não suporto o peso do tronco apoiado na zona lombar pois as dores são mesmo mto fortes. Já agora agradecia uma opinião embora saiba que por este meio é-lhe impossível dar uma opinião exacta.

Espaço Saude e Bem Estar disse...

oi Amaro
q bom q vc gostou espero q realmente tenha te ajudado acho q pelo q vc descreveu vc pode ter uma hérnia de disco mas estou supondojá q não examinei e nem vi seus exames .vou postar esse assunto em breve talvez te esclareça mais
uma braço

Luciana disse...

sinto forte dores na lombar, principalmente se ficar sentada ou varrer, os médicos me deram diagnóstico de lombalgia. Após fazer ressonância e tomografia disseram que não tem nada demais, o problema é que sofro muito com estas dores, adormecem a perna e o braço direito, fico até sem conseguir andar direito. Tive que trancar a matrícula na faculdade, pois não suporto as dores quando estou sentada. O que pode ser?

Rogéria Collares (22) 9947 4304(Vivo) / 8138 0500(Tim) disse...

oi luciana,
é difícil dizer assim sem avalia-la ver seus exames etc.. mas pode ser lombociatalgia, cervicobraquialgia ,escoliose... é importante vc passar por um fisioterapeuta com seus exames e passar por uma avaliação e indicar o melhor tratamento ok
se vc morar em rio das ostras será um prazer recebe-la